Governo Federal entrega mais 304 respiradores para nove estados

Ao todo, o governo do Brasil já distribuiu 861 respiradores para 14 estados

A compra e distribuição dos respiradores é parte do apoio estratégico do Governo do Brasil no combate ao novo coronavírus – Foto: Divulgação/MD

OMinistério da Saúde (MS) reforçou a saúde pública com mais 304 respiradores pulmonares. Entre sábado (16) e segunda (18), o Ministério da Saúde realizou a entrega dos equipamentos em nove estados: Goiás, Pernambuco, Paraíba, Amazonas, Rondônia, Pará, Maranhão, São Paulo e Rio de Janeiro. 

Dos 304 respiradores, 25 foram para Goiás, 35 para Pernambuco, 20 para Paraíba, 48 para o Amazonas, 25 para Rondônia, 50 para o Pará, 25 para o Maranhão, 20 para São Paulo e 56 para o Rio de Janeiro. Dos 48 respiradores enviados ao Amazonas, 18 foram entregues, com apoio da Força Aérea Brasileira (FAB), a municípios de difícil acesso no estado. Os estados são responsáveis por definir as unidades de saúde e municípios que receberão os respiradores pulmonares, conforme necessidade local.

A compra e distribuição dos respiradores é parte do apoio estratégico do governo do Brasil no atendimento aos estados. As entregas levam em conta a capacidade de atendimento da rede de saúde pública, principalmente nos locais onde a transmissão está se dando em maior velocidade.

Compra de respiradores 

Para o fornecimento de equipamentos no período de três meses (90 dias), a pasta assinou contratos com quatro empresas brasileiras para a produção de 15.300 respiradores, sendo: 6.500 com a Magnamed, 4.300 com a Intermed, 3.300 com a KTK e 1.202 com a empresa Leistung. A distribuição dos equipamentos tem ocorrido conforme a capacidade de produção da indústria nacional, que depende de algumas peças que são importadas.

Sabendo dessa necessidade, uma parceria interministerial da pasta com os Ministérios das Relações Exteriores, Justiça e Segurança Pública e Defesa vem garantindo, respectivamente, priorização de recebimento de peças, escoltas e segurança da distribuição de insumos e logística de distribuição para todo o País.

No início da pandemia, o Brasil contava com 65.411 respiradores pulmonares, sendo que 46.663 estavam disponíveis no SUS. Além da aquisição de respiradores, o Ministério da Saúde habilitou 3.695 leitos de UTI para atendimento exclusivo a pacientes com o novo coronavírus e adquiriu 340 leitos de UTI volantes, que são de instalação rápida para fortalecer a rede hospitalar em saúde. Cada um destes leitos conta com um respirador.

Com informações do Ministério da SaúdeCategoriaSaúde e Vigilância SanitáriaTags: RespiradoresRespiradores PulmonaresCovid-19CoronavírusNovo coronavírusCombate ao novo coronavírusSaúdeMinistro da SaúdeMinistério da SaúdeSUSsistema único de saúde

CONTEÚDO RELACIONADO

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *