Diretores das academias artísticas, científicas e literárias que serão instaladas no Casarão Olhos D`Água exaltam iniciativa

Os dirigentes das sete academias artísticas, científicas e literárias de Feira de Santana se reuniram com o presidente da Fundação Municipal Egberto Costa, Antônio Carlos Coelho, na manhã desta quinta-feira, 08, com o objetivo de tratar sobre o Casarão Olhos D’Água. Também participou do encontro o diretor de Atividades Culturais, Luiz Augusto Oliveira.

O imóvel, que está sendo totalmente reformado pela Prefeitura, será sede das academias. Esta semana o prefeito Colbert Martins Filho anunciou a restauração do Casarão Olhos D’Água, com investimento da ordem de R$ 331 mil reais, e prazo para conclusão de 90 dias.

No local ficarão sediadas as sete instituições: Academia de Letras e Artes; Academia de Educação; Academia Feirense de Letras; Academia de Medicina; Academia de Ciências e Artes; Academia Regional de Letras Jurídicas; Instituto Histórico e Geográfico de Feira de Santana.

A Prefeitura administra o Casarão através da Fundação Municipal Egberto Costa. O presidente Antônio Carlos Daltro Coelho observa que “o intuito é de que seja um espaço comum, onde reúnam-se as entidades, receba visitantes e seja totalmente dinamizado, com um local para eventos acadêmicos e palestras”.

As academias, num contexto social, são compostas por pessoas responsáveis por promover e disseminar a cultura, educação e a arte na cidade. Desempenham atividades que são legitimadas e reconhecidas pelo poder público.

O presidente da Academia de Educação, professor José Raimundo Pereira de Azevedo, exaltou a iniciativa do prefeito Colbert Martins Filho. “A Academia de Educação sente-se muito feliz e agradecida por essa oferta. Ganhamos um espaço que estávamos necessitando”.

Presidente de duas academias (Ciências e Artes; e a Academia Regional de Letras Jurídicas), Djalma Gomes ressaltou que a iniciativa representa uma grande valorização das entidades. “E que vai projetar Feira de Santana para todo o país”, acredita.

Além de sediar as academias, o Casarão também vai abrigar o Memorial de Maria Quitéria. O que representa a concretização de um sonho, para a fundadora e presidente da Academia de Letras e Artes de Feira de Santana, Lélia Vitor Fernandes. “Maria Quitéria é patrona da ALAFS. Nós sonhamos muito com um espaço que pudéssemos homenageá-la”.

Um pequeno acervo fotográfico, cinematográfico, biográfico, de artes plásticas, réplicas e homenagens já foi reunido por Lélia e Liacélia Pires Leal, diretora do Instituto Histórico e Geográfico de Feira de Santana.

O diretor de Atividades Culturais, Luiz Augusto Oliveira, ressalta a importância da iniciativa do Governo Municipal. “O Casarão, que já é de grande importância cultural e histórica para Feira de Santana, agora vai ser também um espaço útil para órgãos importantes como as academias”, pontua.

Por: Adriele Mercês.

3 anexos

 

 

ResponderResponder a todosEncaminhar
Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *