Brasil doa R$ 15 milhões para acolhimento de imigrantes

Duas organizações no âmbito das Nações Unidas receberam a doação para pessoas em situação de vulnerabilidade decorrente de fluxo migratório provocado por crise humanitária

O Brasil doou R$ 15 milhões para o Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (Acnur) e para a Organização Internacional para as Migrações (OIM), medida oficializada por medida provisória publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta terça-feira (4).

De acordo com o texto da medida, a doação foi efetuada “para fins de acolhimento a pessoas em situação de vulnerabilidade decorrente de fluxo migratório provocado por crise humanitária”. O trabalho da Acnur é proteger os refugiados e “promover soluções duradouras para seus problemas”, segundo a própria agência.

Por meio do trabalho da Acnur, sob a tutela do governo brasileiro, o imigrante refugiado vindo de países em situação de crise humanitária pode obter documentos, trabalhar, estudar e exercer os mesmos direitos que qualquer cidadão estrangeiro legalizado. Já a Organização Internacional para as Migrações (OIM) é a principal organização intergovernamental mundial líder em migrações.

Fonte: Governo do Brasil, com informações do Diário Oficial da União

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *